Categoria

Contato

Olá, então, curtiu nosso conteúdo? Tem uma sugestão para nos dar? Quer fazer um elogio à nossa equipe ou simplismente deseja entrar em contato com a gente? Fique a vontade.






    Mensagem enviada com sucesso!

    documentação para comprar carros
    • SHARE

    Por Marketing

    Finanças

    Documentação para comprar carros: saiba o que é solicitado no Brasil4 min read

    Tempo Icone
    Tempo de leitura - 03:56

    A compra do primeiro carro é um daqueles momentos sempre lembrados. Além do investimento em um bem durável,  é uma decisão que favorece nossa qualidade de vida. Vai adquirir seu carro? Então, você precisa conhecer a documentação para comprar carros.

    Siga a leitura e aprenda o caminho burocrático para estar ao volante de um 0 km ou de um carro usado o quanto antes. E não se assuste! Ao final, você perceberá que é bastante prático e simples.

    Antes de pensar na documentação para comprar carros, planeje

    O planejamento é um momento do qual não se pode abrir mão na compra de veículos. Deixar de lado alguns detalhes, nessa etapa, pode trazer insatisfação no futuro. Antes de mais nada, pense no seu perfil e necessidades e comece a filtrar os modelos que melhor atendem ao seu interesse.

    A partir disso, compare a sua reserva financeira e possibilidade de investimento, com as opções de veículos disponíveis no mercado. Planeje valores de entrada e parcelas viáveis para o seu orçamento, sem esquecer que também vai ser preciso pagar o emplacamento.

    Outra conta que deve ser feita na ponta do lápis são os custos de manutenção e também das revisões periódicas. Em uma conta básica, é preciso prever o seguro DPVAT, o IPVA e o licenciamento obrigatório. Eles são calculados com base no valor de mercado do carro, a uma percentagem que varia em cada estado.

    Nesse cômputo, devem entrar, ainda, os gastos com combustível e seguro, importante para que você esteja mais sossegado em caso de furto ou acidente. No mais, também é importante pensar na sua rotina diária, que pode adicionar, por exemplo, investimento em garagem e estacionamento.

    E como realizar a compra?

    Agora que você sabe a quantia que pode investir e os valores envolvidos na compra e no uso diário do carro, é a hora de pensar nas modalidades de compra e pagamento.

    Muitas pessoas passam bastante tempo se organizando para comprar o carro, porque preferem optar pelo pagamento à vista. Uma estratégia que vale para quem engordou sua reserva financeira, ou até mesmo, recebeu uma quantia extra e deseja investir.

    Aderir a um financiamento é a forma de viabilizar a aquisição do carro, diluindo o valor mensal em parcelas que se encaixam na sua renda e sem comprometer outros fatores fundamentais, como moradia e alimentação.

    O consórcio é outra boa alternativa. Se a compra não for urgente, essa pode ser uma ótima opção. Você participa de um grupo, esperando a contemplação ou a possibilidade de fazer seu lance. Muitos especialistas indicam o consórcio, inclusive, como forma de poupança programada.

    Prepare a documentação para comprar o carro

    Para, efetivamente, ser proprietário do veículo, o comprador precisa cumprir algumas etapas burocráticas. Isso fica mais fácil se você providenciar, previamente, a documentação para comprar o carro. Os despachantes e a própria concessionária também podem ajudar nessa tarefa.

    No caso de carros novos, são 15 dias, a partir da data de emissão da nota fiscal, para o registro e o emplacamento. Você precisará ir ao banco e ao DETRAN da sua cidade para pagar taxas e providenciar o devido registro. Se o carro for usado, a transferência de propriedade deve ocorrer em, no máximo, 30 dias. Confira a lista do que precisa ter em mãos.

     

    Documentação para comprar um carro novo:

     

    • RG, CPF e comprovante de endereço, todos com os originais e cópias;
    • Cópia da nota fiscal do fabricante do veículo;
    • Formulário Renavam preenchido;
    • Primeira via original da nota fiscal da revenda (da concessionária ou da montadora) ou uma via eletrônica impressa, com o decalque do chassi legível;
    • Além do decalque do chassi, alguns municípios também pedem decalque do motor. É necessário consultar o Detran para verificar isso.

     

    Documentação para comprar carro usado:

     

    • Recibo de quitação original e sua cópia;
    • Cópia de quaisquer outros débitos pagos (para o caso do veículo ter multas ou IPVA a pagar);
    • Certificado de Registro de Veículo (CRV) original e com firma reconhecida em cartório para autenticidade do vendedor e do comprador;
    • Laudo de vistoria de identificação veicular (emitido por uma Empresa credenciada de vistoria ao Detran);
    • Formulário Renavam preenchido em duas vias originais;
    • RG, CNH, CPF e comprovante de endereço do comprador.

     

    Depois de reunir a documentação para comprar carro, basta comemorar e aproveitar a aquisição. Se você quer conferir mais detalhes sobre cada um desses passos, baixe o nosso e-book. Ele é um guia mais detalhado sobre esses procedimentos.