• SHARE

Por Marketing

Oficina

Alinhamento e balanceamento do carro: saiba quando e por que fazer4 min read

Tempo Icone
Tempo de leitura - 03:47

Os procedimentos de alinhamento e balanceamento são bem populares. Mecânicos e motoristas mais experientes sabem a importância desses serviços, mas nem todos entendem o que é feito e quando é necessário alinhar e balancear o carro.

Esse post aborda justamente isso. Ao longo do texto, respondemos diversas perguntas relativas ao alinhamento e balanceamento do carro, ajudando você a cuidar do seu veículo e da sua segurança. Siga a leitura! 

 

Por que fazer alinhamento no carro?

 

 

O alinhamento do carro tem como objetivo ajustar o ângulo dos pneus em relação ao volante. É uma revisão altamente importante e que deve ser mais frequente. O principal alerta de que o alinhamento das rodas precisa ser feito, com urgência, é quando o carro começa a puxar para um dos lados.

Na estrada, os pontos críticos, como buracos, são os principais inimigos em termos de alinhamento. Eles costumam desgastar as bordas dos pneus, fazendo o veículo puxar mais para um lado. Em outras palavras, o carro está desalinhado.

No alinhamento, o mecânico evita que esse desgaste irregular ocorra, aumentando a durabilidade dos pneus do carro. Vale lembrar que o funcionamento desequilibrado dos pneus também gera aumento no consumo de combustível. Por isso, diante do primeiro sinal, leve o carro para manutenção.

 

E o balanceamento?

A necessidade de balanceamento é sinalizada de outra forma. Você sente o volante do carro tremer quando está em alta velocidade? Esse é um sinal de que o balanceamento precisa ser feito.

O tremor que indica a necessidade de balanceamento do carro pode vir também no chão e nos assentos. O balanceamento equilibra as rodas e pneus, ajustando a rotação e translação da roda.

Um dos motivos que adianta a necessidade do balanceamento é quando os pneus recebem mais peso sempre do mesmo lado, com sobrecarga em uma ou duas rodas. Por isso, no período recomendado pela montadora, ou quando perceber os sinais, leve o carro para o balanceamento.

 

Como funcionam os procedimentos?

 

 

O alinhamento e o balanceamento do carro requerem a utilização de equipamentos de precisão avançada. No alinhamento, as rodas são testadas e os mecânicos verificam se estão convergindo ou divergindo. Quando necessário, é feita a correção. 

O balanceamento, por sua vez, deve fazer o peso voltar a ser distribuído corretamente. Para isso, são colocados contrapesos nas rodas que apresentam desequilíbrio. 

Quando a roda do carro está defeituosa, ela deve ser consertada ou trocada antes do alinhamento e do balanceamento. Ambos são muito importantes para a sua segurança e, se você ignorá-los, o carro pode ficar instável acima dos 50Km/h.

 

Por que alinhar e balancear?

O alinhamento e o balanceamento do carro garante a sua segurança, mas existem outros motivos que aumentam a relevância desses procedimentos. O mais óbvio deles é a conservação e o aumento do tempo de vida útil dos pneus. Como não são serviços caros, vale muito a pena ser fiel a esses cuidados.

O alinhamento e o balanceamento também são capazes de gerar outras formas de economia, como diminuir as visitas à oficina para corrigir problemas maiores. Evitando desgaste das peças, esses procedimentos conservam seu carro e o valorizam para eventuais revendas.

O conforto é outro aspecto importante. Ninguém gosta de conduzir um carro com o volante puxando, correndo risco de um acidente e fazendo mais esforço que o necessário nas curvas.

 

Quando fazer alinhamento e balanceamento?

O manual do proprietário indica quando os procedimentos de alinhamento e balanceamento do carro devem ser feitos. A especificação está relacionada a um X de quilometragem ou a um período de tempo, que varia de acordo com o modelo.

Se chegou a hora para o seu carro, procure um mecânico ou oficina onde costuma consertar o carro para realizar o serviço. O mais comum é que o balanceamento aconteça junto do alinhamento nas revisões periódicas. Mas eles podem ser antecipados em algumas situações, como após um impacto forte contra uma pedra, uma passada rápida em um buraco.

O desgaste irregular na banda de rodagem do pneu e alterações nas peças da direção ou na suspensão também exigem o alinhamento e balanceamento. Rodízio, troca e reparos em qualquer dos pneus, idem.

 

Gostou da leitura? Então continue sendo extremamente cuidadoso com seu carro e confira nosso guia sobre manutenção.