Categoria

Contato

Olá, então, curtiu nosso conteúdo? Tem uma sugestão para nos dar? Quer fazer um elogio à nossa equipe ou simplismente deseja entrar em contato com a gente? Fique a vontade.






    Mensagem enviada com sucesso!

    calibragem de pneus dimas
    • SHARE

    Por Marketing

    Oficina

    Calibragem de pneus: 10 dicas essenciais sobre o tema4 min read

    Tempo Icone
    Tempo de leitura - 04:00

    Se pensarmos no papel que os pneus do carro desempenham, fica fácil entender o quanto esses itens são importantes. Além da preocupação fundamental em optar por uma marca credenciada e de qualidade, a adequada calibragem dos pneus pode aumentar sua durabilidade e melhorar a performance.

     

    Os pneus suportam o peso do carro, garantem estabilidade nas curvas e nas vias escorregadias ou desniveladas, proporcionando ainda um bom desempenho na frenagem. Mas tudo isso só vai funcionar, se o pneu estiver bem calibrado.

     

    Um pneu mal calibrado, por sua vez, tem a vida útil reduzida em aproximadamente 8.500 quilômetros. Além disso, estima-se que o gasto de combustível possa ser até 25% maior, dependendo das condições da pista e do tráfego.

     

    Está entendendo a importância deles? Então, confira essas 10 dicas que preparamos para você saber como calibrar pneus do carro.

     

    calibragem de pneus dimas

     

    1. Dedique a atenção necessária à calibragem de pneus

    Você sabia que, de acordo com dados divulgados pela National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), agência do governo americano voltada para a promoção de segurança no trânsito, a falta de atenção com a calibragem adequada é a causa primordial de problemas com os pneus?

     

    É um descuido que aumenta em até 3 vezes as chances de acidente, conforme a mesma entidade dos Estados Unidos. O ideal é realizar o procedimento toda a semana, ou a cada 15 dias, e sempre que for viajar.

    2. A pressão deve seguir o padrão recomendado

    Um dos quesitos básicos para acertar na calibragem é observar a pressão correta, que deve seguir as especificações de marca e modelo do veículo, presentes no manual do proprietário.

     

    Pneus muito vazios desgastam mais rápido e estarão expostos a danos. A pressão excessiva também determina perda de estabilidade e prejudica o controle do motorista na execução de manobras rápidas.

     

    Um outro estudo, conduzido pela Michelin, apurou que 45% dos condutores não seguem os parâmetros indicados e, em 20% dos casos, isso pode ser considerado muito perigoso.

    3. Pneus frios são a condição ideal

    Enquanto seu veículo roda, os pneus aquecem e sua pressão interna expande. Por isso, o ideal é calibrar pneus quando ainda estão frios, depois de circular por, em média, 5 minutos.

    4. A carga precisa ser levada em conta

    Não se esqueça de levar em consideração o fato de seu veículo circular vazio ou carregado, pois isso muda os parâmetros. O mesmo vale para as viagens, quando as bagagens adicionam carga extra ao veículo.

    5. Considere seu perfil de circulação

    As características das vias e estradas pelas quais você vai circular também podem gerar interferência. Caso esteja se preparando para uma viagem e sabe que vai trafegar por trechos de terra, lama ou areia, por exemplo, é importante reduzir, temporariamente, a pressão para ter mais aderência.

    6. O estepe precisa ser calibrado

    Esse é um dos protocolos que, sem dúvidas, passa despercebido por muitos condutores. O estepe é um pneu de reserva que precisa estar preparado a atendê-lo em qualquer situação de emergência. Isso também só será possível se você tiver com o estepe o mesmo cuidado destinado aos pneus que estão fazendo o veículo rodar.

    7. O nitrogênio pode trazer ganhos

    O uso do nitrogênio no lugar do ar comprimido também é uma alternativa interessante. Ele ajuda a manter a pressão correta por mais tempo e com menor oscilação dos padrões de pressão.

    8. Tenha critérios para escolher o local

    A calibragem de pneus pode ser feita em postos de gasolina, lojas especializadas, oficinas e centros automotivos. Quanto mais profissional for o local no qual você vai calibrar o pneu, mais garantida será a qualidade dos equipamentos e serviços.

     

    O Dimas, por exemplo, é um centro profissional que tem sua excelência certificada. Afinal, “pneu é no Dimas”.

    9. Esteja atento ao calibrador

    E por falar nos locais mais recomendados, vale a pena reforçar um importante ponto de atenção. Não use calibradores em mau estado de conservação. Inspecione o equipamento para detectar problemas, como ressecamento da mangueira ou encaixe incorreto da válvula. Isso pode impedir que a pressão correta seja atingida.

    10. Atenção se o pneu murchar rápido

    Se você é um desses motoristas que segue corretamente os padrões de calibragem e notou que os pneus do veículo estão murchando, rapidamente, é hora de investigar. Pode haver pequenos furos, ou problemas na válvula que comprometem a manutenção de pressão.

    Legal aprender sobre como calibrar pneus da forma correta, não é mesmo? Continue acompanhando o Blog Dimas e fique por dentro dos nossos conteúdos.