• SHARE

Por Matheus Maia

Eletrificação

Economia: carro elétrico x gasolina3 min read

Tempo Icone
Tempo de leitura - 02:16

Custo de abastecimento de quem dirige um carro elétrico chega a ser sete vezes menor que o de um carro a gasolina

Antes de falar do custo de carregamento, é necessário refletirmos sobre a distância que percorremos diariamente. Muito se fala sobre a autonomia dos veículos elétricos, ainda mais em um país grande e cheio de rodovias como o Brasil, porém, a quilometragem média diária do cidadão brasileiro é estimada em 40 quilômetros, que compreende o trajeto entre a casa a escola dos seus filhos, o trabalho e, depois, o caminho contrário.

Podemos concluir, portanto, que um carro para uso urbano poderia, sem problemas, ter até 50 quilômetros de autonomia, considerando que ele pode ser carregado durante a noite, no trabalho, no shopping, em todos os momentos do dia em que você não está dirigindo. Mas fique tranquilo: a autonomia mínima dos modelos disponíveis no mercado é de cerca de 200 quilômetros, e caso isso não seja suficiente para a sua viagem, a Volvo XC40 Pure Electric, recém-lançada no Brasil, oferece 418 km de autonomia e a possibilidade de recarga ultrarrápida em apenas 35 minutos.

Menos desgaste das peças, menos custos com manutenção do veículo

Quando o assunto é o custo de rodar com um veículo elétrico, podemos começar considerando a despesa que assumimos ao comprar o carro, mas que esquecemos com o passar dos anos: a manutenção. Por possuírem uma tecnologia muito mais simples, com cerca de dez vezes menos peças que um carro a combustível convencional, veículos elétricos apresentam um custo de revisão muito menor, principalmente por não precisarem trocar óleo regularmente ou peças desgastadas no motor. 

Gasolina x Energia elétrica

Finalmente, é possível comparar os custos da gasolina e da energia com algumas contas matemáticas simples.

Comparando a Volvo XC40 T4, ano 2019, ainda com motor a combustão, com a XC40 P8, ano 2021, 100% elétrica, a diferença é nítida. O consumo na cidade de 8 km/L junto ao tanque de 54 litros dá uma autonomia de 432 quilômetros para o modelo a combustão, esse tanque cheio custaria cerca de 320 reais com o preço do litro da gasolina igual a R$ 5,89. Já no modelo elétrico, a bateria 100% carregada entrega em média 418 quilômetros de autonomia, consumindo 75 kWh de energia. Com o kWh custando aproximadamente R$ 0,60 em Santa Catarina, o valor para “encher o tanque elétrico” é de cerca de 45 reais, ou seja, sete vezes mais barato que a combustão. Considerando três “tanques cheios” por mês, o dono da XC40 Pure Electric gasta cerca de 135 reais com energia, enquanto o modelo a combustão custa em torno de de 960 reais para mesma distância.

Agende seu test drive nos modelos híbridos e elétricos da Dimas Volvo!