Categoria

Contato

Olá, então, curtiu nosso conteúdo? Tem uma sugestão para nos dar? Quer fazer um elogio à nossa equipe ou simplismente deseja entrar em contato com a gente? Fique a vontade.






    Mensagem enviada com sucesso!

    • SHARE

    Por Marketing

    Oficina

    Aprenda o que fazer quando seu carro está com cheiro de gasolina4 min read

    Tempo Icone
    Tempo de leitura - 03:46

    Sabia que cheiro de gasolina no carro é algo potencialmente perigoso? Existem diversos problemas que podem causá-lo e alguns deles colocam em risco, tanto o veículo, quanto a segurança do motorista. Entenda, nesse artigo, as principais causas para saber o que fazer ao detectar o problema.

    Cheiro de gasolina pode indicar problemas

    Quem sente cheiro de gasolina no carro logo pensa em vazamentos e todo tipo de problema técnico. Se você tem esse medo com seu veículo, está completamente certo. Cheiro de gasolina no carro não é algo normal e precisa de toda atenção. Por isso, é imprescindível identificar a causa e correr atrás das soluções.

    Rachaduras no reservatório de partida a frio

    Os modelos de carros vendidos atualmente são, em sua maioria, flex e dão a vantagem de poder usar tanto álcool quanto gasolina. No entanto, boa parte deles ainda possui o reservatório de partida a frio, parte das alterações no motor que permitem usar os dois tipos de combustível quando necessário.

    O reservatório é instalado no vão do motor e é feito de plástico, com mangueiras de borracha. Com o tempo, o material se torna mais rígido e pode desenvolver rachaduras. Lembre-se que tudo no veículo possui um certo prazo de validade e, eventualmente, precisará de manutenção ou troca.

    Quando existem rachaduras no reservatório de partida a frio, o ar condicionado puxa o vapor de combustível. O resultado é cheiro de gasolina no carro, indicando um problema técnico que precisa de atenção.

    Desgaste na bomba de combustível

     

    cheiro de gasolina

     

    Essa é outra peça que muitos esquecem que tem validade. Com o passar do tempo, a vedação da bomba de combustível desgasta e deixa que o vapor de gasolina escape para o interior do veículo. Quando o motorista perceber esse problema, é importante substituir a bomba rapidamente.

    Desgaste na tampa de abastecimento

    Todo equipamento que é manuseado com frequência acaba desgastado. Isso vale para itens que usamos no dia a dia e também para o carro. A tampa de abastecimento é um bom exemplo. Depois de ser aberta e fechada dezenas de vezes para abastecer seu material, desgasta e deixa escapar o gás do combustível.

    Nos carros mais modernos, existe uma trava que pode apresentar mau funcionamento. Para detectar problemas na tampa cedo, você deve conferir seu estado sempre que abastecer. A recomendação aqui é a mesma que em outros problemas técnicos: levar o veículo a uma autorizada para substituir as partes com problema.

     

    Leia também: Como é calculado o consumo de combustível do seu veículo?

    Vazamento no motor

    Esse é um dos defeitos mais perigosos que pode causar cheiro de gasolina. O motor pode ter vazamento de combustível por uma série de desgastes e problemas técnicos. O cheiro gera incômodo, mas o pior é a grande chance de incêndio que o vazamento traz, prejudicando a segurança do motorista.

    Se você perceber que existem vazamentos no motor do veículo e cheiro de gasolina no carro, evite usá-lo. Procure um mecânico ou autorizada para diagnosticar o problema e realizar a substituição das peças.

    Problemas no escapamento

    Todo mundo já percebeu que o combustível está caro e vale de tudo para conseguir economizar. Uma das melhores formas de garantir melhor desempenho é ter a manutenção em dia, porque problemas técnicos levam a desperdício de gasolina. Um caso comum ocorre quando a gasolina não é queimada completamente, fazendo que seja eliminada pelo escapamento.

    Quando o escapamento está em perfeito estado, o cheiro fica no exterior do carro e você consegue sentir a uma grande distância. Caso ele esteja furado, o cheiro de gasolina penetra no veículo. Se esse for seu caso, não basta consertar o escapamento, também é necessário identificar o problema no motor.

    Carro por muito tempo parado

    Por acaso você já ligou um veículo que estava há algumas semanas na garagem e percebeu um cheiro forte de gasolina? Isso é comum porque, com o tempo, esse combustível começa a perder suas características e criar impurezas. Assim, mangueiras e reservatórios sofrem maior desgaste e podem romper, liberando o cheiro.

    Até o escapamento pode sofrer por causa da ação da água presente no combustível brasileiro. Portanto, quem precisar deixar o carro parado na garagem por muito tempo, deve ficar atento. Se possível, leve-o para uma revisão assim que voltar a usá-lo, mesmo que não sinta cheiro de gasolina imediatamente.